Pesquise no Meu Blog

terça-feira, 29 de março de 2011

Ògán Dança???

OGAN DANÇA?


Recentemente, observei essa pergunta em ao menos quatro comunidades do Orkut. Confesso que, a princípio, esse não seria um tema abordado por mim nesse blog, pelo simples fato de não me apetecer à escrita. Todavia, frente alguns devaneios que li, resolvi postar algo breve, porém elucidativo que espero contribuir para àqueles que ainda, encontram-se em dúvidas.


Inicialmente, achei a pergunta bastante aberta, levando por vezes a ambigüidade e, por conseqüência, ao erro no que concerne sua resposta. Nasci e criei-me meio às Comunidades Religiosas do Candomblé Tradicional, mas quando fiz uma primeira leitura sobre a pergunta, iria incidir no erro de dizer que: NÃO! OGAN NÃO DANÇA!

Deixando de lado o desvario supra-exposto, posso com segurança, dizer que: SIM! OGAN DANÇA!


Obviamente, que quando digo que Ogan Dança, não refiro-me àqueles que com alma de ekeji, deixam de executar suas funções para dançar no Hun aos Òrìsàs. Não refiro-me àqueles que na Hamunya derradeira, almejam ser o palco das atenções e aventam arriscar dançar algumas das 17 passagens de Iroko. Não refiro-me àqueles que, por saberem duas ou três passagens de atabaque, vão à sala dançar, para posicionar-se frente aos tocadores, com olhar de indagação, solicitando passagens e buscando constrangê-los. Assim realmente Ogan não dança, pelo menos não os que considero e respeito!


Mas como disse: SIM, OGAN DANÇA! Mas em quais momentos?


Bom, todos sabem que o Tradicional Candomblé Baiano, que tanto admiro e respeito, apregoa ao mundo que a roda dos Òrìsàs é destinada às mulheres (concordo pela estética e também prego isso). Mas, mesmo nos mais tradicionais Candomblés da Bahia, há momentos que algum Ogan é chamado à dançar. Abaixo, exemplifico alguns desses momentos:


Cânticos Específicos para Ogans com Títulos Honoríficos: Alguns títulos possuem cânticos específicos que, quando entoados, os Ogans que os possuem são convidados à dançar, tais como: Alagbé, Eperinlode, Onibode, dentre outros. Na Bahia, esses momentos são muito comemorados, pois esses Ogans são reverenciados por todos, ao passo que são muito respeitados e poucos os vêem dançando. Um momento muito bonito do Olugbajé, é quando o Asogba (ao som da cantiga que o reverencia), dança ao lado de Obaluwaiye, divindade maior do seu Culto. Caso esteja presente um Asogba de uma outra casa, ele também é convidado à dançar.
Festa do Santo para Qual o Ogan foi Confirmado: É muito comum ver, sobretudo na Bahia, um Ogan que, por exemplo, fora confirmado para Òsóòsì, sair dançando ao lado do Deus da Caça, quando da sua festa (leia festa anual do Òrìsà e não no dia da Confirmação do Ogan – Aliás data que ele também dança). Após isso, os Ogans sentam-se e, a festa continua normalmente. O mesmo ocorre com outras Divindades no dia do seu Odun. O Ogan dança na saída do Òrìsà para qual fora confirmado e depois senta, toca, etc. Nesses casos, os Ogans geralmente se preparam mais (vestimenta – terno, abada, etc.), para a festa do Òrìsà para qual foi confirmado, do que para as festividades do seu Òrìsà ou do patrono da casa. Ao lado (foto), Ogan Junior, do Ilé Ibualamo, saindo junto ao Òrìsà.


Evocação de Deuses: O Eperinlode, por exemplo, dança quando da evocação dos Deuses de Caça, de posse dos Oges. Outro exemplo é do Balogun, que dança com o Alakooro, para evocar Ogun no dia de sua festa. Posso também citar, o caso dos Oba e Mogba, quando da Roda de Bayanni. Ao Lado (foto), Eperinlode Paulo, dançando com os "Oges", para evocar os Deuses da Caça! - Sociedade Ile Alákétu Asè Ibùalámo - 2010.


Ipade: Há cantigas no Ipade, destinada ao Ogan dançar (determinado Ogan). Somente ele dança!


Àsèsè: Há momentos durante a cerimônia do Àsèsè que são os Ogans que dançam!


Resumidamente, a resposta: EM MOMENTOS ESPECÍFICOS, MAS SIM, OGAN DANÇA SIM!


Recordo-me, como hoje, que há mais de 20 anos, na confirmação do já falecido Josimar, para Asogun do Ilé Alákétu Asè Ibùalámo, meu Pai Tarrafa, Ogan Decano da Casa de meu Avô Camilo, digno, sério, respeitado e tradicional. Levantou-se, cantou uma cantiga específica (que não compete escrever aqui) e dançou em homenagem ao novo Ogan que surgia. Então, reitero: EM MOMENTOS ESPECÍFICOS, MAS SIM, OGAN DANÇA SIM!


Por fim, digo, os grandes mestres do atabaque, ainda que não dançassem no barracão (à exceção dos momentos já abordados), eram exímios dançarinos, pois é papel intrínseco do Tocador, saber dançar, pois dessa forma, ele saberá em qual momento aplicar a passagem correta do HUN, ele saberá de fato tocar para o santo!


Bom, espero ter contribuído com o tema, que ocasionou polêmica nos últimos dias.


Sem Mais,
Opotun Vinicius

Por quê? Quando deparamo-nos com a pergunta: OGAN DANÇA? O que nos vem à mente? A Imagem de um Ogan, já com o indigno “paninho da costa torcido”, no meio do Sire ou no meio do Hun do Òrìsà dançando e desempenhando. Pensando e imaginando dessa forma, é claro que minha resposta seria NÃO! OGAN NÃO DANÇA! Mas como disse no início, a pergunta induz ao erro.

3 comentários:

  1. Ficou completamente clara a resposta acha que não há nem oq contestar..

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leonardo,

      Que bom!!! Obrigado pela participação!!!

      Abs.,
      Vinicius

      Excluir