Pesquise no Meu Blog

quinta-feira, 28 de julho de 2011

Gamo da Paz, a História do Maestro dos Atabaques

É com grande satisfação que, hoje vou discorrer um pouco sobre o maior Dobrador de Hun da atualidade, o virtuosíssimo Evilásio Manoel da Paz, popularmente conhecido como Gamo da Paz. Mas, como veremos adiante, o perfeccionismo à frente dos atabaques, não é única atribuição singular deste que, considero um dos maiores exemplos a ser seguido, não somente pelos Ogans, mas também pelos Sacerdotes e adeptos do Candomblé de modo geral.

segunda-feira, 18 de julho de 2011

Gabi Guedes, O Agidavi de Ouro da Bahia

Hoje vou falar um pouco, sobre a história de mais um dos grandes Mestres dos Atabaques, o Agidavi de Ouro da Bahia, Gabi Guedes.

Foi em 1.962, no Alto da Federação, bairro que abarca em seu seio, o Terreiro de Mãe Menininha do Gantois e que é circundado por diversas das mais respeitadas Casas de Candomblé, que nasceu Gabriel Guedes dos Santos.

Sua história com a música do Candomblé iniciou-se muito cedo, mas precisamente no quintal de sua casa, de onde ouvia o virtuosismo do aclamado Euvaldo Freitas dos Santos, o grande Vadinho Boca de Ferramenta, que no Gantois, tocava o chamado “Busca Longe”, e que de fato, tinha o poder de buscar o menino Gabriel para aquele Terreiro.

sábado, 9 de julho de 2011

Mestre Robson, O Homem Que Revolucionou o Atabaque de São Paulo

Hoje vou falar daquele que é considerado o maior dobrador de Hun de SP, Robson de Òsóòsì, o meu Mestre dos Atabaques.

Robson Costa Pinto, filho do saudoso Babalòrìsà Waldomiro Costa Pinto (Waldomiro Baiano) teve e ainda tem um papel de suma importância para a história da tradição musical do Candomblé em SP. Mas antes, vou falar como conheci aquele que tornar-se-ia o meu Grande Mestre.